top of page

“Sobreviventes- depois do terremoto” é aposta Coreana para o Oscar!

O filme tem direção de Um Tae-hwa, que junto com Shin-Ji Lee também assina o roteiro.


(Internet)


Com Park Bo-Young, Park Seo-Joon, Lee Byung-Hun e Kim Sun-Young, o enredo do filmce acontece em uma realidade utópica que depois de um grande terremoto, apenas um prédio de apartamentos sobrevive em Seul, na Coreia do Sul. Pessoas de fora lotam os apartamentos Hwang Gung, mas os moradores não conseguem lidar com o número crescente.


O filme é repleto de efeitos visuais muito bem produzidos, a imersão naquele mundo acontece desde o primeiro minuto do filme. Os atores entregaram personagens reais, muitas vezes a fala não era necessária pois tudo estava no olhar, especialmente a personagem de Park Bo-Young, Myeong-Hwa, uma enfermeira altruísta que não concordava com as atitudes tomadas pelos líderes do condomínio. Em várias cenas ela não pronunciava uma só palavra, mas você sabia que ela não concordava e que aquilo estava a matando por dentro.


Park Seo-joon, da vida a Min- seong, um personagem que queria sobreviver e proteger sua esposa , Myeong-hwa, de todas as maneiras. Na trama, ele comete erros, mas podemos julga-lo sem estar na mesma situação? O que você faria em um mundo onde todos lutam para sobreviver a cada minuto?


(Internet)


O personagem de Lee Byung-Hun, que é o líder eleito pelos moradores do condomínio representa todos aqueles que apontam para o outro sem olhar os próprios erros. No início, ele parecia um simples morador do condomínio, sem ambições ou maldade, mas ao decorrer da narrativa descobrimos que nem sempre aqueles em quem confiamos diz a verdade.


Em suma, é um filme reflexivo. É fácil apontar o outro como errado e se abster da culpa; é fácil machucar os outros quando você não os conhece. Até onde vai a empatia quando falamos de sobrevivência? O que você faria se tivesse uma casa com dois quartos, aquecida e só você morasse nela: você ficaria sozinha nela, sabendo que ha pessoas morrendo de frio lá fora quando você poderia acolhê-las ? Em um mundo onde não há esperança, matar o outro te fará viver mais? Os humanos matam uns aos outros a partir de uma ideia criada do medo e do desespero?


O filme acontece em uma realidade utópica, mas se trouxermos para o mundo real, não é isso que acontece nas guerras que estamos presenciando ? Um grupo de indivíduos que se acham superiores a outros e decidem se livrar daqueles que não deveriam estar ali, acreditando que isso resolverá todos os problemas. Porém, sabemos que isso não é verdade. Destruir o outro não irá te fazer mais forte.


Uma produção excelente em todos os pontos! Com certeza tem grandes chances de ser indicado e levar o Oscar de melhor filme estrangeiro!



6 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page